04 mar

Usina Coruripe deverá encerrar a safra 20/21 com faturamento de R$ 3 bilhões

Usina Coruripe deverá alcançar resultado recorde na safra 2020/21, que se encerra no dia 31 de março. Isso é o que apontam as demonstrações contábeis da companhia auditadas pela PwC Brasil e publicadas na última semana.

O faturamento previsto é de aproximadamente R$ 3 bilhões (22,4% superior aos R$ 2,45 bilhões na safra anterior) e o Ebitda ajustado deve chegar a R$ 1,11 bilhão, um crescimento de 15% em relação à safra 2019/20 (R$ 967 milhões). A estimativa de aumento do lucro líquido é de 220,4%: de R$ 92,35 milhões para R$ 295,9 milhões.

No balanço auditado relativo aos três trimestres da safra 2020/21 (abril a dezembro de 2020), a Usina Coruripe registrou receita operacional líquida de R$ 2,15 bilhões, 46,3% a mais que o resultado no mesmo período da safra anterior (R$ 1,47 bilhão).

O presidente da Usina CoruripeMario Lorencatto, afirma que “a companhia tem registrado resultados expressivos e a previsão é continuar nessa trajetória”. Ele destaca que a meta é produzir, até o final da safra atual (março de 2021), 22,8 mil sacas de 50kg de açúcar, o que representa aumento de 12,6% em relação à safra encerrada em março do ano passado.

Em relação ao etanol, haverá uma redução de 5,5% no volume: de 505,8 milhões de litros, em 2019/20, para 477,8 milhões de litros na safra atual. A produção de energia elétrica deve chegar a 755MWh, um aumento de 5,7% sobre os 714MWh gerados na safra anterior.

Fonte: Jornal Cana

Compartilhe