31 jan

Canal da Redelease no YouTube alcança 100 mil inscritos


Plataforma de vídeos é usada pela distribuidora de produtos químicos para divulgar dicas técnicas e esclarecer dúvidas

O canal da Redelease no YouTube acaba de alcançar 100 mil inscritos. Tradicional distribuidora de produtos químicos, a empresa utiliza a plataforma de vídeos desde 2016 para divulgar dicas técnicas e esclarecer dúvidas sobre as aplicações dos mais de mil itens que comercializa em todo o país – por exemplo, resinas, fibras de vidro e borrachas de silicone.

“No início, usávamos o YouTube apenas como um meio para responder às dúvidas que recebíamos dos nossos clientes. Com o passar do tempo, a presença na plataforma foi crescendo e passou a ser vital para a nossa operação de comércio eletrônico”, comenta Rafael Iacovella, gerente de e-commerce da Redelease e um dos apresentadores do canal – no YouTube, ele é conhecido como “Bedu”.

Rafael (ou “Bedu”) apresenta hoje em dia quatro quadros no canal da Redelease: “Redelease responde”, “Será que dá certo?”, “Entrevistas e eventos” e “Produtos e aplicações”. Ele divide o espaço com os youtubers Kaka Craft, que desenvolve conteúdo focado em faça você mesmo (DIY), e Henrique Corbeira, especializado em escultura e modelagem.

A Redelease produz ao menos três vídeos por semana para o seu canal no YouTube. “Até hoje, postamos 266 vídeos, que obtiveram uma média de 30 mil visualizações cada”.

Redecenter

A presença no YouTube colabora não só com a estratégia de vendas online da Redelease – unidade de negócio criada em 2010 por Beto Iacovella, irmão de Rafael e atual diretor de marketing da empresa –, mas também com a popularização da marca por meio do Redecenter, nome das empresas que atuam sob licença da Redelease.

“O modelo de negócio do Redecenter baseia-se na assinatura de contratos de distribuição exclusiva. Ou seja, o proprietário da loja comercializa apenas os produtos que fornecemos. Por outro lado, tem melhores condições para acessar o nosso portfólio e conta com suporte técnico e comercial constante. Com o nosso canal no YouTube, fortalecemos a divulgação de ambas as marcas”, detalha Beto.

 

Sobre a Redelease

Fundada em 1990, a Redelease mantém unidades próprias em Barueri (matriz), São Paulo, Campinas, Sorocaba e São José do Rio Preto, além de seis unidades licenciadas (Redecenter). Seu portfólio é formado por mais de mil itens, entre eles, resinas poliéster e éster-vinílicas (Ashland); fibras de vidro (Owens Corning); adesivos estruturais (LORD), desmoldantes semipermanentes (Redelease-Marbocote e Ycon), resinas fenólicas e peróxidos orgânicos (AkzoNobel) e tintas de alta performance (Lechler). Para mais informações, acesse www.redelease.com.br.

 

Fonte: SLEA Comunicação

Compartilhe

Deixe seu comentário