13 fev 2020

FCI desenvolve família de produtos anticorrosivos

Estudos apontam que a corrosão chega a consumir até 5% do PIB da maioria dos países. No Brasil, a difícil – e muitas vezes inglória – tarefa de combatê-la ganhou um novo aliado. Ou melhor, doze novos aliados, número dos produtos desenvolvidos pela FCI, empresa paulista especializada em soluções para tratamento de superfícies.


“São itens voltados à proteção de qualquer tipo de substrato, de compósitos e termoplástico a concreto, aço-carbono e aço inox”, explica Renato Ferrara, gestor comercial da FCI.
A nova família de produtos da FCI é dividida entre as séries Ycon Softer Base e Ycon Chem Shelter. A primeira é representada por argamassas que aproximam o coeficiente de dilatação dos materiais, bem como por primers que preparam os substratos para a adesão do polímero que será aplicado posteriormente.

“Os produtos da série Ycon Softer Base são utilizados na fabricação de tanques, bacias de contenção, canaletas e lavadores de gases, entre tantas outras estruturas e equipamentos presentes nos mais diferentes tipos de indústrias”, detalha Ferrara, lembrando que a FCI só utiliza resina éster-vinílica Derakane™, referência global no combate à corrosão – a FCI é coligada à Redelease, distribuidora exclusiva de Derakane™ no Brasil.

Já a Ycon Chem Shelter é composta por formulados anticorrosivos utilizados como barreiras químicas em aplicações desafiadoras, comuns em plantas petroquímicas, fábricas de cloro-soda e usinas de álcool e açúcar.

A FCI, explica o gestor comercial, produz os formulados e indica a UPR (Rio Claro, SP) para fazer a aplicação. “Além de ser uma tradicional fabricante de tanques e tubulações industriais, a UPR tem um largo histórico de serviços de revestimentos anticorrosivos em todo o Brasil”.


Sobre a FCI

Situada em Barueri (SP), a FCI é uma empresa especializada na fabricação de desmoldantes semipermanentes e produtos anticorrosivos, bem como no fornecimento de adesivos estruturais. São especialidades químicas consumidas por indústrias que processam diversos tipos de materiais, com destaque para borracha, metal, pneumáticos, compósitos e termoplástico. Para saber mais, acesse www.fci.ind.br.

Fonte: SLEA Comunicação

Compartilhe
13 fev 2020

Rastreabilidade é a chave para a qualidade da Tecniplas

Desde 1976, ano em que iniciou suas atividades, a Tecniplas fabricou mais de sete mil tanques e um sem-número de equipamentos especiais de compósitos em PRFV (Plástico Reforçado com Fibras de Vidro). Cada um gerou uma série de informações que são compiladas e armazenadas até hoje em livros de dados (data books) – parte desse gigantesco arquivo também inclui amostras físicas. Tudo isso em prol da rastreabilidade e, principalmente, do controle de qualidade.

“Compilamos os dados referentes a cada produto que fabricamos. Mais do que aumentar a nossa própria segurança, isso permite que o cliente ateste a qualquer momento que o tanque ou equipamento que colocou em operação foi dimensionado de forma correta e de acordo com a especificação”, resume Rafael Fruchi, responsável pelo departamento de qualidade da Tecniplas.

A reunião das informações, explica Fruchi, começa no recebimento das matérias-primas. “Controlamos tudo, da resina ao parafuso, e só liberamos para a área produtiva os insumos que chegam acompanhados dos respectivos certificados de qualidade emitidos pelos fabricantes. Caso contrário, os materiais são vetados logo na entrada da nossa planta”.

Depois de transformar as matérias-primas em tanques – têm até 15 metros de diâmetro – ou equipamentos especiais, como torres de resfriamento e lavadores de gases, a Tecniplas gera corpos-de-prova dos laminados de PRFV. Cada amostra passa por diferentes tipos de ensaios, a exemplo dos testes de Dureza Barcol, acetona e queima, entre outros.

ASME RTP-1

Finalizada essa etapa, os tanques e equipamentos especiais seguem para o processo de montagem – deles próprios e dos acessórios, caso dos bocais. A atividade é fiscalizada de perto pelo controle de qualidade, para evitar qualquer tipo de dano ao laminado. Quando solicitado pelo cliente, a Tecniplas ainda submete o tanque pronto ao teste de estanqueidade, no qual o reservatório é preenchido com água para detectar eventuais vazamentos.

“Acompanhamos até como se dá o acondicionamento do tanque no caminhão, tudo isso para garantir ao cliente que o seu pedido saiu sem qualquer avaria da nossa fábrica”, observa Fruchi, lembrando que todos os produtos fabricados pela Tecniplas seguem a norma norte-americana ASME RTP-1, que se refere a equipamentos de PRFV resistentes à corrosão.

Sobre a Tecniplas

Fundada em 1976, a Tecniplas é a maior fabricante brasileira de tanques e equipamentos especiais de compósitos em PRFV (plástico reforçado com fibras de vidro). Situada em Cabreúva (SP), onde mantém uma fábrica de 32 mil m², a Tecniplas atende os setores de álcool e açúcar, papel e celulose, cloro-soda, química e petroquímica, fertilizantes, alimentos e bebidas e saneamento básico. Para mais informações, acesse www.tecniplas.com.br

Fonte: SLEA Comunicação

Compartilhe
13 fev 2020

ABERTA AS INSCRIÇÕES PARA 1° TURMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMPÓSITOS DE SÃO PAULO / SP

COMPETÊNCIAS

  • Especializar os profissionais na área de Materiais Compósitos;
  • Promover a capacitação profissional par atender a demanda de profissionais para este segmento;
  • Proporcionar uma visão atual e objetiva da importância dos materiais compósitos para o mercado empresarial por meio de palestras e visitas técnicas;
  • Promover a compreensão dos processos de fabricação dos materiais compósitos, por meio de atividades teóricas e práticas;
  • Desenvolver atividades em diversas linhas de pesquisa, formando recursos humanos de alta qualidade e atendendo à comunidades acadêmica e industrial;
  • Fomentar a excelência acadêmica e a adequada colocação do foco no mercado de compósitos, levando à obtenção de conhecimento inovador e sua transformação em novos produtos e patentes, buscando o desenvolvimento tecnológico na indústria e o fortalecimento dos materiais compósitos.

OBJETIVOS

Compreender a aliança entre linguagens técnicas e criativas, desenvolvendo ações comuns tanto para a indústria de compósitos como para o gerenciamento de equipes, favorecendo o entendimento, as tecnologias e as inovações da área de compósitos. Dominar equipamentos, materiais, processos e metodologias para exercer as funções em uma empresa do segmento.

PÚBLICO

O curso destina-se à capacitação de profissionais graduados em Design, Administração, Engenharia, Arquitetura e áreas afins; executivos, consultores e todos os profissionais envolvidos com os materiais compósitos e docentes interessados em aprofundar conhecimentos na área.

 CARGA HORÁRIA

360 horas

TEMAS ABORDADOS NO CURSO

  • Módulo 1 – Materiais 1 (24 horas)
  • Docente: WALDOMIRO MOREIRA

 

  • Módulo 2 – Cura e Pós- Cura de resinas Termofixas (16 horas)
  • Docente: ANTONIO CARVALHO

 

  • Módulo 3 – Ensaios dos Materiais (16 horas)
  • Docente: GERSON MARINUCCI

 

  • Módulo 4 – Materiais 2 (16 horas)
  • Docente: WALDOMIRO MOREIRA

 

  • Módulo 5 – Núcleos Estruturais (08 horas)
  • Docente: WALDOMIRO MOREIRA

 

  • Modulo 6 – Adesivos estruturais (08 horas)
  • Docente: SANDRO LEONHARDT

 

  • Módulo 7 – Materiais 3  (24 horas)
  • Docente: BRUNO VARANDAS

 

  • Módulo 8 – Aplicações e tendências Brasil e mundial (08 horas)
  • Docente: WALDOMIRO MOREIRA

 

  • Modulo 09 – Poliuretano (08 horas)
  • Docente: GIUSEPPE SANTANCHÈ

 

  • Módulo 10 – Processos 1 (24 horas)
  • Docente: WALDOMIRO MOREIRA

 

  • Módulo 11 – Processos 2 (16 horas)
  • Docente: MARCIA CARDOSO

 

  • Módulo 12 – Processos 3 (16 horas)
  • Docente: WALDOMIRO MOREIRA

 

  • Módulo 13 – Processos 4 (08 horas)
  • Docente: WALDOMIRO MOREIRA

 

  • Módulo 14 – Processos de manufatura para materiais compósitos pré-impregnados (24 horas)
  • Docente: WELLINGTON LOMBARDO NUNES DE MELLO – NÚCLEO DE ESTRUTURAS LEVES (LEL) – IPT

 

  • Módulo 15 – Caracterização térmica aplicada ao processamento de compósitos poliméricos (24 horas)
  • Docente: OLIVIA DE ANDRADE RAPONI – NÚCLEO DE ESTRUTURAS LEVES (LEL) – IPT

 

  • Módulo 16 – Caracterização mecânica de materiais compósitos (24 horas)
  • Docente: JOSÉ EVERARDO BALDO JUNIOR – NÚCLEO DE ESTRUTURAS LEVES (LEL) – IPT

 

  • Módulo 17 – Projeto de estruturas em material compósito (32 horas)
  • Docente: VITOR LUIZ REIS – NÚCLEO DE ESTRUTURAS LEVES (LEL) – IPT

 

  • Módulo 18 – Meio Ambiente, Segurança e Reciclagem (16 horas)
  • Docentes: SILAS DERENZO – IPT

 

  • Módulo 19 – Custos e Preços de produtos em Compósitos (16 horas)
  • Docente: WALDOMIRO MOREIRA

 

  • TCC – 32 HORAS

                

PERIODICIDADE, DIAS E HORÁRIOS

Aulas quinzenais – Sábados das 08h30 às 12h30 e das 13h30 às 17h30.

INSCRIÇÕES / PRE-MATRICULA

Andréa Valero – e-mail: cursos@ipt.br – fone: (11) 3767-4226

INVESTIMENTO

30 parcelas de R$ 790,00

(Neste valor incluso o material didático – Livros Compósitos 1, 2, 3, 4 e 5 digital)

LOCAL

IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas) – Av. Professor Almeida Prado, 532 – Prédio 56 – Térreo – Cidade Universitária – São Paulo / SP

Alguns módulos serão ministrados no Laboratório de Estruturas Leves do IPT em São José dos Campos / SP

DIFERENCIAIS

  • Corpo docente altamente qualificado
  • Aproximação com a indústria
  • Curso descentralizado, aproveita laboratórios implantados em empresas do segmente e instituições apontadas por disciplina, caso necessário.

 

INSCRIÇÕES ABERTAS. INÍCIO DAS AULAS EM 04 DE ABRIL DE 2020.

Compartilhe
13 fev 2020

Confira a agenda de cursos do CETECOM

Interessados em aprender técnicas de moldagem de compósitos e demais assuntos relacionados ao material – um tipo de plástico de alta performance – poderão participar, até o final do ano, de mais de 15 cursos oferecidos pelo Centro Tecnológico de Compósitos (CETECOM).

Os temas vão desde os processos de laminação manual, aos mais complexos, como infusão, RTM, até tecnologias usadas de fibras de elevado de alto desempenho.

“As aulas do Cetecom são bem abrangentes. Dessa forma, conseguimos atender desde aquele que está começando a se interessar pelos compósitos até o profissional mais experiente.

Confira, a seguir, a agenda de cursos.

CRONOGRAMA DOS CURSOS TÉCNICOS CETECOM 2020

CURSOS MAR ABR MAIO JUN JUL AGO SET OUT NOV
Introdução aos Compósitos Poliméricos Termofixos 17     16     15    
Asso – R$ 240,00   Não Asso – R$ 360,00
Processo de Laminação Manual 18     17     16    
Asso – R$ 360,00   Não Asso – R$ 600,00
Processos de RTM e RTM-Light 19     18     17    
Asso – R$ 360,00   Não Asso – R$ 600,00
Processo de Saco de Vácuo, Infusão e MPF (moldagem com pele flexível) 20     19     18    
Asso – R$ 360,00   Não Asso – R$ 600,00
Moldes para Processamento Produtivo de Materiais Compósitos   01 e 02           20 e 21  
Asso – R$ 880,00   Não Asso – R$ 1.100,00
Fibras de Elevado Desempenho em Materiais Compósitos   07 e 08           22 e 23  
Asso – R$ 880,00   Não Asso – R$ 1.100,00
Mámore Sintético   13 e 14     07 e 08        
Asso – R$ 720,00   Não Asso – R$ 1.100,00
Resina Epóxi   15 e 16     09 e 10        
Asso – R$ 720,00   Não Asso – R$ 1.100,00
Compósitos Avançados     05 e 06     11 e 12     17 e 18
Asso – R$ 880,00   Não Asso – R$ 1.100,00
Caracterização Mecânica dos Materiais Compósitos     19     25      
Asso – R$ 720,000   Não Asso – R$ 1.100,00
Análise de Tensões e Deformações dos Materiais Compósitos     20 e 21     26 e 27      
Asso – R$ 720,000   Não Asso – R$ 1.100,00

 

Compartilhe
13 fev 2020

CONHEÇO O PLANO DE AÇÕES ALMACO PARA 2020

O trabalho de divulgação que a ALMACO vem fazendo nos últimos anos tem como principais objetivos manter o nosso crescimento de forma sustentável e sempre criar novas oportunidades de negócios. Por isso, pretendemos levar cada vez mais conhecimento e fazer com que as nossas soluções e aplicações sejam discutidas e, sobretudo, especificadas nos mais variados projetos.

 

Preocupamo-nos com temas como sustentabilidade, reciclagem, disposição de resíduos, escassez de matéria-prima, qualificação de mão de obra, desconhecimento dos órgãos especificadores e certificadores, competitividade desleal e aumentos descontrolados de preços. Esta combinação de fatores pode prejudicar a nossa competitividade e comprometer a especificação em projetos importantes.

Confira abaixo a apresentação do plano de ações 2020

 

AÇÕES

DATA

Encontro Regional ALMACO em Joinville / SC 13 de MAIO
Reunião almoço sobre o mercado 09 DE JUNHO
Encontro Regional ALMACO em São José dos Campos / SP 14 de OUTUBRO
Prêmio Top of Mind 2020 – Cota Ouro 10 de dezembro
Prêmio Top of Mind 2020 – Cota Prata
Prêmio Top of Mind 2020 – Cota Bronze
Feiplar 2020 08 a 10 de setembro
Compartilhe
13 fev 2020

CURSOS TÉCNICOS ALMACO 17 a 20 DE MARÇO

Entre os dias 17 e 20 de março a Associação Latino-Americana de Materiais Compósitos (ALMACO) ministrará os cursos de Introdução aos compósitos poliméricos, Processo de laminação Manual, Processos RTM e RTM Light, e Processo de Saco de Vácuo, Infusão e MPF ( Moldagem com pele flexível) no CETECOM.

Não perca a oportunidade de aprender as boas práticas ou aperfeiçoar as suas técnicas de base para elaborar trabalhos com resinas combinadas com fibras de vidro.

Inscreva-se,  poucas vagas!

 

Data: 17 a 20 de março de 2020

Horário: 8h às 17h

Local: CETECOM / ALMACO – Av. Professor Almeida Prado, 532 – Prédio 31 – sala 11 – Térreo – Cidade Universitária – São Paulo / SP

 

VALOR DA INSCRIÇÃO

Introdução aos compósitos poliméricos

Associados*: R$ 240,00

Não associados*: R$360,00

 

Processos Laminação Manual

Associados*: R$ 360,00

Não associados*: R$600,00

 

Processos RTM e RTM Light

Associados*: R$ 360,00

Não associados*: R$600,00

 

Processo de Saco de Vácuo, Infusão e MPF ( Moldagem com pele flexível)

Associados*: R$ 360,00

Não associados*: R$600,00

 

*Incluso neste valor: welcome coffee, coffee break, almoço, certificado, material didático, livro Compósitos 5 e estacionamento.

Confira a programação de todos os cursos técnicos da ALMACO.

Para mais informações entre em contato conosco através do telefone (11) 3719-0098 ou pelo e-mail: marketing@almaco.org.br

 

Compartilhe
13 fev 2020

Parker LORD investe na produção de adesivos, resinas e coatings

Fabricante de adesivos, resinas para gerenciamento térmico e coatings, a Parker LORD investiu R$ 3 milhões na unidade produtiva que opera em Jundiaí (SP). O recurso foi dividido entre melhorias na área administrativa e aquisição de equipamentos para a linha de produção de Chemlok®, adesivo consumido pelo setor de borracha.

“Ainda que a repaginação das instalações tenha tornado os ambientes mais amplos, o projeto arquitetônico privilegiou a colaboração e interação entre os funcionários”, afirma Marco Cremasco, gerente de operações e tecnologia da LORD. Como exemplo, ele cita a instalação de uma mesa de uso comum de 6 m de comprimento – permite que dez pessoas trabalhem lado a lado simultaneamente.

Os investimentos também compreenderam a troca de todo o telhado da área de escritórios e a adequação dos equipamentos da fábrica à norma de segurança NR-12. A propósito, a LORD ainda adquiriu moinhos para a produção dos tradicionais adesivos metal/borracha Chemlok® – são fabricados desde 1956 pela empresa. Os novos moinhos aumentarão o índice de eficiência da empresa em 40-50%, calcula o gerente de operações e tecnologia.

“Concluímos agora a primeira etapa de um plano de melhorias desenhado para os próximos cinco anos”, finaliza Cremasco.

Sobre a Parker LORD

A Parker LORD é a empresa resultante da aquisição, em outubro de 2019, da LORD Corporation pela Parker Hannifin Corporation, ambas companhias norte-americanas. Localizada em 50 países, onde oferece suporte a 100 divisões de negócios com 336 unidades produtivas, a Parker é líder global em tecnologias de movimento e controle, solucionando os maiores desafios de engenharia do mundo. Apresenta destacada atuação nos setores aeroespacial, eletrônicos e semicondutores, saúde, HVAC e refrigeração, químico e industrial, fabricação de equipamentos, óleo e gás e geração de energia, entre outros. Para mais informações, acesse www.parker.com.

A LORD Corporation é uma empresa diversificada de tecnologia e fabricação que desenvolve adesivos altamente confiáveis, revestimentos, dispositivos de gerenciamento de movimento e tecnologias de detecção que reduzem significativamente os riscos e melhoram o desempenho dos produtos. Por 95 anos, a LORD trabalhou em colaboração com seus clientes para fornecer soluções inovadoras aos setores de petróleo e gás, aeroespacial, defesa, automotivo e industrial. Hoje, a companhia emprega cerca de 3 mil funcionários em 26 países e opera 19 fábricas e 10 centros de P&D em todo o mundo. A LORD também promove ativamente as competências da educação STEM e muitas outras iniciativas de envolvimento com a comunidade. Para mais informações, visite www.lord.com/latam/pt.

Fonte: SLEA Comunicação

Compartilhe
13 fev 2020

ALMACO lança guia de compra e inspeção de perfis pultrudados


Ajudar o usuário final a ter a melhor experiência possível durante a compra e utilização de perfis pultrudados. Esse é o objetivo da Associação Latino-Americana de Materiais Compósitos (ALMACO) com a edição do Guia de Compra e Inspeção para o Mercado de Pultrusão. Inédita no Brasil, a publicação online reúne centenas de informações que facilitam o dia a dia dos consumidores de perfis – dão forma a grades de piso, corrimões e escadas, entre centenas de outras peças.

“A ideia de produzir o guia surgiu durante os encontros do Comitê de Pultrusão. Os participantes, a maioria fabricantes de perfis, demonstraram a necessidade de lançarmos uma publicação que não só uniformizasse a especificação, mas a nivelasse por cima, melhorando como um todo a qualidade dos perfis produzidos e consumidos no Brasil”, afirma Erika Bernardino Aprá, presidente da ALMACO.

Bastante didático e ilustrativo, o Guia de Compra e Inspeção para o Mercado de Pultrusão abre com informações gerais sobre os materiais compósitos – um tipo de plástico de alta performance – e o processo de pultrusão, para depois detalhar  o que deve ser levado em conta durante a compra e inspeção dos perfis. Na sequência, o leitor também confere os detalhes sobre as aplicações mais comuns de perfis pultrudados: leitos para cabos, grades de piso, guarda-corpos e escadas.

Além de fazer o download gratuito do guia no site da ALMACO (www.almaco.org.br), os interessados podem baixar um arquivo com as fichas técnicas das principais resinas, reforços mecânicos (fibras de vidro) e desmoldantes utilizados no processo de pultrusão.

A publicação do Guia de Compra e Inspeção para o Mercado de Pultrusão contou com o patrocínio das seguintes empresas: Cogumelo, CPIC, Enmac, FCI, INEOS Composites, Novapol, Owens Corning, Pultrusão do  Brasil, Polynt Reichhold e Stratus.

Composto por diferentes tipos de resinas termofixas associadas a reforços mecânicos, o perfil pultrudado é produzido pelo processo de pultrusão, uma tradução livre do inglês “pultrusion” – “pull” (puxar) e “thru” (através). O resultado é um material plástico estrutural de longa durabilidade e baixo peso, que pode ser utilizado em aplicações caracterizadas pelos elevados índices de exigência mecânica e química.

Sobre a ALMACO

Fundada em 1981, a ALMACO tem como missão representar, promover e fortalecer o desenvolvimento sustentável do mercado de compósitos. Com administração central no Brasil e sedes regionais no Chile, Argentina e Colômbia, a ALMACO tem cerca de 400 associados (empresas, entidades e estudantes) e mantém, em conjunto com o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), o Centro de Tecnologia em Compósitos (CETECOM), o maior do gênero na América Latina. Resultantes da combinação entre polímeros e reforços – por exemplo, fibras de vidro –, os compósitos são conhecidos pelos elevados índices de resistência mecânica e química, associados à liberdade de design. Há mais de 50 mil aplicações catalogadas em todo o mundo, de caixas d’água, tubos e pás eólicas a peças de barcos, ônibus, trens e aviões.

Para mais informações, acesse www.almaco.org.br.

Fonte: SLEA Comunicação

Compartilhe
13 dez 2019

Setor de compósitos conhece os vencedores do Top of Mind 2019

Setor de compósitos conhece os vencedores do Top of Mind 2019
Cerimônia de premiação aconteceu ontem, no IPT, em São Paulo

 

São Paulo (SP) – Os representantes das principais empresas do setor brasileiro de compósitos participaram ontem, no Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), em São Paulo, da cerimônia de premiação do Top of Mind da Indústria de Compósitos 2019. Promovido pela Associação Latino-Americana de Materiais Compósitos (ALMACO), o Top of Mind é o principal prêmio da cadeia produtiva desse tipo de plástico de alta performance.

A edição deste ano computou cerca de cinco mil votos, distribuídos em 26 categorias – a Destaque Business Research foi a empresa responsável pela pesquisa.

Antes da entrega dos troféus, Adhemar Cabral, artista plástico internacionalmente conhecido por suas réplicas automotivas, apresentou a palestra intitulada “Construtor de Sonhos”.

Confira, a seguir, a relação dos vencedores e os percentuais de votos obtidos por cada um.

Resina Poliéster: INEOS (25,68%)

Resina Epóxi: Olin (20,77%)
Resina Éster-Vinílica: INEOS (36,76%)

Resina de Poliuretano: Purcom (29,1%)
Fibras de vidro: Owens Corning (65,26%)
Fibras de carbono: Texiglass (39,87%)
Adesivos: LORD (45,14%)
Catalisadores: Nouryon (38,92%)

Gelcoat: Polynt-Reichhold (14,79%)
Composto de moldagem: LyondellBasell (29,38%)
Desmoldante: Redelease (31,65%)

Aditivo: BYK (36,18%)

Processos manuais (spray-up e hand lay-up): Marcopolo (11,05%)
RTM: Tecnofibras (17,32%)

SMC: LyondellBasell (23,12%)
BMC: LyondellBasell (42,50%)

Pultrusão: Cogumelo (20,99%)

Infusão: Barracuda (11,25%)

Enrolamento Filamentar: Petrofisa (18,60%)

Laminação contínua: Fibralit (29,31%)

Fabricante de moldes: Bruno Moldes (29,08%)
Fabricante de tecidos de reforços: Texiglass (28,57%)
Equipamentos: Fibermaq (55,90%)
Distribuidor: Redelease (31,82%)
Inovação: Owens Corning (17,28%)
Indústria de compósitos: Owens Corning (16,75%)

Resultantes da combinação entre polímeros e reforços – por exemplo, fibras de vidro –, os compósitos são conhecidos pelos elevados índices de resistência mecânica e química, bem como pela versatilidade. Há mais de 50 mil aplicações catalogadas em todo o mundo, de tanques, tubos e pás eólicas a peças de barcos, ônibus e aviões.

Fundada em 1981, a ALMACO tem como missão representar, promover e fortalecer o desenvolvimento sustentável do mercado de compósitos. Com administração central no Brasil e sedes regionais no Chile, Argentina e Colômbia, a ALMACO tem cerca de 400 associados (empresas, entidades e estudantes) e mantém, em conjunto com o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), o Centro de Tecnologia em Compósitos (CETECOM), o maior do gênero na América Latina.

Para mais informações, acesse www.almaco.org.br

Compartilhe
18 jul 2019

Curso de Análise de Tensões e deformações pela teoria clássica da mecânica dos laminados – Dias 07 e 08 de agosto

Carga-horária: 16 horas ( 2 dias)

Público Alvo: Engenheiros e Técnicos em cálculos estruturais.

Requisitos: Maior de 18 anos e conhecimento sobre compósitos

Professor: Gerson Marinucci

Os exercícios de aplicação serão feitos pelos alunos em sala de aula, com posterior acompanhamento à distância, se necessário.

Mini currículo Prof. Gerson Marinucci:

Possui graduação em Engenharia Mecânica pela UNESP- Universidade Estadual Paulista (1981), mestrado em Engenharia Mecânica pela USP-Universidade de São Paulo (1993) e doutorado em Tecnologia Nuclear pelo IPEN-Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (2001). Tecnologista sênior nível IIIA da Comissão Nacional de Energia Nuclear no IPEN-Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares, professor responsável pelas disciplinas Materiais Compósitos Poliméricos e Compósitos Termoestruturais na Pós Graduação do IPEN/USP e especialista em compósitos poliméricos no Centro Tecnológico da Marinha em São Paulo.Tem experiência na área de Engenharia de Materiais, com ênfase em Materiais Compósitos e Materiais Poliméricos, atuando principalmente nos seguintes temas: Desenvolvimento de novos materiais, Desenvolvimento de processos, Caracterização mecânica, Análise microestrutural, Análise de Fratura, Processo Filament Winding, Compósitos estruturais com fibra de carbono. Também é orientador nos programas de mestrado e doutorado do IPEN/USP.

PROGRAMAÇÃO

 

MÓDULO 1 – FUNDAMENTOS

Introdução
Grandezas Escalares, Vetoriais e Tensoriais
Tipos de carregamento em estruturas
Conceito de Tensões e Deformações
Trigonometria básica
Matrizes
Operações com matrizes
Anisotropia e Isotropia

 

MÓDULO 2 – ANÁLISE DA LÂMINA

Relação tensão-deformação para materiais anisotrópicos
Matriz de rigidez para materiais ortotrópicos
Relação tensão-deformação de lâminas no estado plano de tensão- eixos locais
Relação tensão-deformação de lâminas com orientação
Arbitrária- eixos globais
Exercício de aplicação

 

MÓDULO 3 – ANÁLISE DO LAMINADO

Análise micromecânica de laminados unidirecionais
Análise macromecânica de um laminado
Relação tensão-deformação de um laminado
Equações constitutivas do laminado
Análise de tensões e deformações na lâmina
Critério de falha pela tensão máxima
Exercício de aplicação

 

Inscrições através do telefone (11) 3719-0098 ou pelo e-mail: marketing@almaco.org.br

Compartilhe

© 2017 ALMACO. Todos os direitos reservados.

Click Me