01 set

ALMACO divulga Indicadores de Desempenho do Mercado de Compósitos

As empresas investidoras receberam ontem o relatório completo (português/inglês) dos Indicadores de Desempenho do Mercado de Compósitos.

Além dos dados referentes ao comportamento do mercado de #compósitos em 2020 e as expectativas para 2021, o documento traz uma série de análises sobre os principais segmentos consumidores do material, assim como um panorama das indústrias de plásticos reforçados de Argentina, Chile e Colômbia.

De acordo com o estudo da ALMACO, o Brasil consumiu 208 mil toneladas de compósitos em 2020, volume 4,6% inferior ao registrado um ano antes. O faturamento do setor foi de R$ 2,912 bilhões, 3,9% acima do contabilizado em 2019 – os sucessivos aumentos nos preços das matérias-primas explicam as diferenças entre os dois indicadores.

A construção civil respondeu por 35% da demanda de compósitos à base de poliéster, à frente de transporte (20%), corrosão/saneamento (17%) e lazer/piscina (12%), entre outros. Em relação aos compósitos à base de resina epóxi, a energia eólica segue liderando com uma fatia de 91%.

Para 2021, a expectativa é de crescimento de 11% no consumo, totalizando 230 mil toneladas de compósitos – em valor, R$ 3,377 bilhões (+16%).

Interessados em adquirir o relatório devem enviar um e-mail para marketing@almaco.org.br ou mensagem WhatsApp para (11) 93492-6553.

Fonte: ALMACO

Compartilhe