31 maio

40 anos

Os millenials ainda não sabem disso, mas a gente costuma fazer um balanço da vida quando completa 40 anos. Esse momento de reflexão chega para todo mundo, quase como um voz interior dizendo “ok, estou no meio do caminho, o que fiz até agora e o que vou fazer daqui para frente?”.

A Associação Latino-Americana de Materiais Compósitos (ALMACO) viverá essa fase dentro de alguns meses. Em 2022, completaremos quatro décadas na ativa. Assim como não se consegue resumir em um espaço tão curto os principais feitos da entidade nesse período, é impossível mencionar todos os que lutaram para chegarmos até aqui.

O que podemos ressaltar, no entanto, é que faremos 40 anos com a atenção voltada exclusivamente à melhora do ambiente de negócios para as empresas da cadeia produtiva de materiais compósitos.

Em meio a tanta concorrência – nem sempre leal, diga-se –, a ALMACO deve exercer o papel de parceiro para todas as horas de seus associados. A ideia da nossa gestão é criar mecanismos que, ao final do dia, terão melhorado de alguma forma a operação de quem faz parte do nosso ecossistema.

A educação é um deles. Desde a capacitação da mão de obra do chão de fábrica até a criação de cursos de pós-graduação em compósitos, a ALMACO tem como missão ser o principal hub de conhecimento no tema. Para tanto, contamos com a colaboração de profissionais que são referências aqui e lá fora – e que, felizmente, estão sempre dispostos a compartilhar todo esse know-how.

O front tributário é outro pilar. De nada adianta produzirmos um material fora de série se ele não for minimamente competitivo. É o caso, por exemplo, do incorreto IPI das telhas de compósitos, erro que já custou milhões aos fabricantes do produto. Entramos com um processo solicitando a redução do tributo e, tudo indica, as chances são grandes de sermos bem-sucedidos em nosso pleito.

Ainda na área fiscal – nesse caso, a recuperação de créditos tributários pagos de forma indevida –, fechamos recentemente uma parceria com o renomado escritório Nelson Wilians Advogados (NWADV). Em linhas gerais, o acordo garante condições especiais para os associados da ALMACO que contratarem o NWADV. Ou seja, pequenas e médias empresas – o perfil majoritário em nosso setor – terão acesso a uma banca de advogados bastante especial.

Também temos reforçado o nosso papel de ponte entre as empresas globais e os nossos associados – semana passada, por exemplo, fomos procurados por uma companhia que deseja nomear distribuidores no Brasil. Para tanto, divulgamos com frequência nossas ações na mídia especializada internacional e, com esse movimento, fortalecemos o reconhecimento da marca ALMACO em todo o mundo.

Educação, impostos e branding são três entre tantas áreas que tratamos como estratégicas aqui na ALMACO. E que, esperamos, ajudem a associação a chegar aos 80 anos vendendo saúde.

Erika Bernardino Aprá é presidente da ALMACO

Compartilhe