12 maio

Espalhar a palavra

Assim como a peça é o reflexo do molde, o setor brasileiro de compósitos não cresce no ritmo esperado porque as pessoas desconhecem o material. A primeira sentença é absoluta verdade; a segunda faz sentido, mas não está sozinha na lista de culpados pelo nosso consumo per capita ser 10% do norte-americano. De toda a forma, conhecer os compósitos é, por óbvio, o primeiro passo para especificá-lo.

Para diminuir essa ignorância, a Associação Latino-Americana de Materiais Compósitos (ALMACO) investe continuamente em ações que ajudam na disseminação de informações sobre os termofixos reforçados. De um simples post em redes sociais aos Encontros Regionais ALMACO – interrompidos por conta da pandemia – e à estruturação de cursos de pós-graduação, a ideia é sempre “espalhar a palavra”.

A propósito da pós, a turma de São Paulo teve início há algumas semanas. Diante da grande procura pelo curso, o Instituto de Pesquisas Tecnológicos (IPT), nosso parceiro nessa ação, abriu uma segunda turma, cujas aulas começarão em agosto.

Outro trabalho recente com foco na expansão do conhecimento sobre compósitos foi o acordo que fechamos com a SAE Brasil. A ALMACO está intermediando os contatos entre seus associados e as universidades que participam do 1º Desafio SAE Brasil – Ballard Student H2 Challenge.
Lançado em 2020, o desafio é uma iniciativa pioneira e visa à aproximação de estudantes com a tecnologia de hidrogênio para a mobilidade. Oito universidades foram selecionadas para participar da competição, atividade que está envolvendo mais de 150 alunos de 11 cursos diferentes.
Também no meio acadêmico formalizamos recentemente o apoio à UTFast F-SAE Racing, equipe formada por alunos de engenharia da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), de Ponta Grossa (PR), que disputa a Fórmula SAE, tradicional competição estudantil organizada pela SAE Brasil.

No dia 27/05, a ALMACO, representada pelo professor Waldomiro Moreira (M.Sc), apresentará um curso online de oito horas aos integrantes da UTFast F-SAE Racing. Em foco, introdução aos compósitos poliméricos e as principais características dos processos de laminação manual, infusão e saco de vácuo.
Enquanto isso, colocamos à disposição do mercado nove módulos de cursos in-company – podem ser presenciais ou virtuais. Destaque ainda para o fato de que temos condições de estruturar um treinamento específico, conforme a necessidade apresentada pela empresa contratante.

Erika Bernardino Aprá é presidente da ALMACO

Compartilhe