11 fev

Total muda nome com foco na transição energética

A petroleira francesa Total vai propor ao seus acionistas a mudança do nome para Total Energies na assembleia de acionistas que será realizada no dia 28 de maio. O anúncio foi feito em apresentação de resultados nesta terça-feira, 9 de fevereiro. De acordo com a empresa, 2020 é um ano decisivo na estratégia do grupo na intenção de ter emissão líquida zero.

A Total quer se transformar em um ampla empresa energética com mais energia e menos emissões. De 2020 a 2030, haverá uma mudança no perfil do grupo: o crescimento da produção de energia será baseado em dois pilares: GNL e Energias Renováveis. no mesmo período, a expectativa é que a venda de petróleo e derivados caia de 30% a 55%.

Ainda de acordo com a Total, em 2020 foram assegurados US$ 2 bilhões de investimentos em renováveis e eletricidade, além da potencialização dessa estratégia, com a adição de 10 GW ao portfólio. No começo de 2021 foram adquiridos 20% de participação na Adani Green Energy Limited, a maior desenvolvedora solar no mundo, além de portfólios de projetos nos Estados Unidos. Com isso, o grupo ficou com uma capacidade instalada bruta total de 35 GW em construção ou desenvolvimento até 2025 com mais de 20 GW já sob contratos de longo prazo.


Fonte: Canal Energia

Compartilhe