27 jan

Projetos se multiplicam e biogás avança no Brasil

A desindustrialização que marcou a economia brasileira no ano passado passou ao largo do “pré-sal caipira”, como o biogás é chamado por seus entusiastas. No ano passado, 69 novas plantas de produção do gás renovável, de diferentes tamanhos, foram concluídas no País, segundo a Associação Brasileira do Biogás (Abiogás).

Nos últimos dois anos, os investimentos em novas plantas foram de mais de R$ 700 milhões. Só no ano passado, esses projetos injetaram no sistema 50 megawatts (MW), o equivalente a 100 milhões de metros cúbicos de biometano por ano.

A maioria das novas unidades foram erguidas por empresas e cooperativas agropecuárias interessadas em reaproveitar resíduos, sobretudo da criação de animais, para diversificar a produção e aumentar a renda.

Porém, o setor com maior espaço de expansão da capacidade é o sucroalcooleiro, avalia a associação, que prevê potencial de produção de até 57.6 milhões de metros cúbicos por dia dada a capacidade atual do setor.

Fonte: Sociedade Nacional Agricultura

Compartilhe