03 mar

Turbina eólica gigante de 20 MW vai ser testada na Alemanha

O Instituto Alemão Fraunhofer de Sistemas de Energia Eólica (IWES) está a preparar-se para começar testes de um simulador de rede móvel para avaliar o impacto dos aerogeradores gigantes com potências até 20 MW, e para isso contou com o financiamento governamental de 12.7 milhões de euros.

O Fraunhofer IWES vai assim lançar as suas instalações de testes móveis para o projeto de investigação de cumprimento da rede, o Mobil Grid CoP, com o objetivo de desenvolver e colocar em marcha um simulador de rede móvel que servirá para verificar todos os serviços atuais e futuros do sistema de rede, bem como as propriedades elétricas dos aerogeradores.

Há a destacar que o Mobil-Grid-CoP vai testar e otimizar a compatibilidade da rede de aerogeradores gigantes, com especial incidência nos aerogeradores com capacidade até 20 MW!

O maior aerogerador do mundo – que está prestes a entrar em produção em série é da GE, o Haliade X de 12 MW, mas os fabricantes têm vindo a desenvolver ativamente aerogeradores maiores, com o intuito de lançar no mercado potências de 20 MW (lá para o final da década).

DE REFERIR TAMBÉM QUE, ENTRETANTO, JÁ FOI LANÇADO EM CÓDIGO ABERTO, POR PARTE DOS EUA, UM AEROGERADOR DE 15MW, O IEA 15MW.

Ora, no horizonte estão aerogeradores cada vez maiores, e para serem bem-sucedidos, têm que ser testados, mas os atuais locais de testes não estão preparados para aerogeradores acima de 15 MW.

Lacuna que o Mobil Grip CoP, desenvolvido pelo Fraunhofer IWES, virá colmatar. Estes será o maior simulador de rede do mundo, com uma produção de 80 MVA.

E segundo o professor Jan Wenske, Diretor Técnico do Fraunhofer IWES “por um lado, pode ser integrado sem problemas na atual estrutura de testes do DyNaLab (Laboratório de provas dinâmicas de gôndola) e por outro pode também ser usado em campo aberto. Pode mesmo ser ligado ao campo de testes de hidrogénio planificado”.

Os investigadores estão encantados com as possibilidades que a retroalimentação positiva e respetivos requisitos técnicos do campo de testes.

O simulador de rede móvel será ligado diretamente ao ponto de ligação à rede num local de testes, disse Gesa Quistorf, gestor de projeto do Fraunhofer IWES.

O simulador de ligação de 80 MVA vai permitir o teste de equipamentos ate 20 MW de potência, o que significa que se podem medir parques e cadeias eólicas de uma só vez. É ainda dada a análise de perturbações ativas durante os testes de operação na rede.

Fonte: Por Pedro Reis – Canal Portal Energias Renováveis

Compartilhe

Deixe seu comentário