31 jan 2019
31 jan 2019

CONHEÇO O PLANO DE AÇÕES ALMACO PARA 2019

O trabalho de divulgação que a ALMACO vem fazendo nos últimos anos tem como principais objetivos manter o nosso crescimento de forma sustentável e sempre criar novas oportunidades de negócios. Por isso, pretendemos levar cada vez mais conhecimento e fazer com que as nossas soluções e aplicações sejam discutidas e, sobretudo, especificadas nos mais variados projetos.

Preocupamo-nos com temas como sustentabilidade, reciclagem, disposição de resíduos, escassez de matéria-prima, qualificação de mão de obra, desconhecimento dos órgãos especificadores e certificadores, competitividade desleal e aumentos descontrolados de preços. Esta combinação de fatores pode prejudicar a nossa competitividade e comprometer a especificação em projetos importantes.

Sabemos da crise econômico do nosso país mas acreditamos que é nesta hora que  devemos no juntar e fomentar ainda mais o nosso mercado. Gostaríamos de contar com a sua ajuda para continuarmos a desenvolver a indústria de compósitos.

 

Confira abaixo a apresentação do plano de ações 2019

Compartilhe
31 jan 2019

São Paulo prevê devolução de R$ 2,8 bilhões ao setor automotivo em créditos no ICMS

O governo do Estado de São Paulo prevê a devolução de R$ 2,8 bilhões às fabricantes de veículos e autopeças em 2019, referentes a crédito acumulados pelas empresas no ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), informou nesta terça-feira, 29, ao Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado, a Secretaria da Fazenda (Sefaz).

O montante, segundo a pasta, inclui R$ 430 milhões que sobraram de 2018. O governo havia programado devolver R$ 1,2 bilhão no ano passado, mas as empresas só solicitaram R$ 770 milhões.

A Sefaz não informa os valores que estão previstos para os anos seguintes. No entanto, segundo estimativas do setor, o Estado deve às empresas algo entre R$ 6 bilhões e R$ 7 bilhões.

As empresas acumulam esse crédito com o governo em decorrência da aplicação de alíquotas diferentes em operações de entrada e de saída de mercadoria.

Para receber esse dinheiro, a empresa deve solicitar o reconhecimento do crédito gerado em período específico, apresentando as informações necessárias à avaliação.

A devolução desse crédito, um debate antigo entre as empresas do setor e o governo, voltou à tona na semana passada, após a GM pedir a antecipação da sua parte dos anos seguintes para 2019, alegando que passa por dificuldades financeiras. A montadora, inclusive, chegou a sinalizar a seus funcionários que poderia deixar o Brasil se não voltasse a dar lucro este ano, depois de três anos de prejuízo.

Com o movimento da GM, outras montadoras instaladas em São Paulo pretendem seguir o seu exemplo e pedir a antecipação do crédito. No entanto, ainda aguardam para ver qual será o tratamento que o governo dará à GM.

Em entrevista ao Broadcast publicada nesta terça-feira, o secretário da Fazenda e Planejamento, Henrique Meirelles, disse que há poucos meios para “ajudar” a GM em 2019. O que dá para fazer, afirmou, é antecipar o que já está previsto para este ano, e, não, os valores programados para os anos seguintes.

No entanto, disse que há uma discussão com a empresa para os próximos anos, com um cronograma que teria efeito a partir de 2023 e seria válido para todas as montadoras.

 

Fonte: Agência Estado

 

 

 

 

Compartilhe
31 jan 2019

CURSOS TÉCNICOS ALMACO 19 e 20 de FEVEREIRO

 

 

Você quer aprender a trabalhar com resinas e fibras de vidro?

Faça os cursos de capacitação profissional da ALMACO!

Nos próximos dias 19 e 20 de fevereiro a Associação Latino-Americana de Materiais Compósitos (ALMACO)  ministrará os cursos de Processo de Saco de Vácuo, Infusão e MPF ( Moldagem com pele flexível) e Processos RTM e RTM Light  no CETECOM.

Não perca a oportunidade de aprender as boas práticas ou aperfeiçoar as suas técnicas de base para elaborar trabalhos com resinas combinadas com fibras de vidro.

Inscreva-se nos cursos de capacitação profissional da ALMACO.

Não perca oportunidade, são poucas vagas!

Data: 19 e 20 de fevereiro

Horário: 8h às 17h

Local: CETECOM / ALMACO – Av. Professor Almeida Prado, 532 – Prédio 31 – sala 11 – Térreo – Cidade Universitária

São Paulo / SP

 

VALOR DA INSCRIÇÃO

Processo de Saco de Vácuo, Infusão e MPF ( Moldagem com pele flexível)

Associados*: R$ 330,00

Não associados*: R$550,00

 

Processos RTM e RTM Light

Associados*: R$ 330,00

Não associados*: R$550,00

 

*Incluso neste valor: welcome coffee, coffee break, almoço, certificado, material didático e estacionamento.

 

Confira a programação de todos os cursos técnicos da ALMACO.

 

Para mais informações entre em contato conosco através do telefone (11) 3719-0098 ou pelo e-mail: marketing@almaco.org.br

 

Compartilhe
31 jan 2019

LORD firma parceria com a Univar no setor de eletrônicos


Empresa passa a fazer parte da rede de distribuidores dos produtos da LORD voltados à proteção e gerenciamento térmico de componentes eletrônicos

A LORD, subsidiária local da norte-americana LORD Corporation, firmou um acordo de distribuição dos seus produtos com a Univar. O negócio concentra-se na comercialização de resinas para encapsulamento e adesivos, entre outros itens destinados à proteção e gerenciamento térmico de eletrônicos.

“Além de ser uma das principais players do mercado de eletrônicos, a Univar tem larga experiência na distribuição de marcas globais, daí porque decidimos selar essa parceria. Estamos muito satisfeitos com o acordo e confiantes de que nossos produtos e soluções alcançarão uma abrangência maior de mercado”, comenta Victor Zanini, gestor de contas da LORD. As resinas e adesivos da LORD serão distribuídas pela unidade de negócio da Univar denominada Daltrix™.

Aplicações

No Brasil, a LORD já desenvolveu aplicações para o seus produtos na área de iluminação, caso do encapsulamento de cabos e luminárias spot. “A ideia agora é expandir o nosso raio de ação para o mercado de eletrônicos, fornecendo resinas próprias para encapsular placas de circuito impresso, motores e sensores”.

Entre os produtos que a LORD dispõe para esse segmento, Zanini destaca o Thermoset UR-288. À base de poliuretano, é uma resina caracterizada pela boa fluidez para o preenchimento de componentes eletrônicos, bem como ótimas propriedades de condução térmica e baixo odor. Também pode ser fornecida em duas versões: cura regular ou rápida, sempre em temperatura ambiente. “O Thermoset UR-288 ainda é indicado para as empresas que desejam fazer misturas, com o intuito de obter propriedades mecânicas e de cura específicas para os mais diversos projetos e processos”.

Zanini ressalta ainda o Thermoset SC-218, resina à base de silicone e ideal para o encapsulamento de componentes muito sensíveis. “Em conjunto com a elevada resistência à temperatura, o Thermoset SC-218 destaca-se por ser um material de baixa dureza e, por isso, possibilita a realização de reparos. Ou seja, em peças muito caras, compensa fazer a manutenção de um determinado componente, e essa resina pode ser removida sem causar danos ao circuito”, explica gerente de contas da LORD.

Fonte: SLEA Comunicação

Compartilhe
31 jan 2019

Canal da Redelease no YouTube alcança 100 mil inscritos


Plataforma de vídeos é usada pela distribuidora de produtos químicos para divulgar dicas técnicas e esclarecer dúvidas

O canal da Redelease no YouTube acaba de alcançar 100 mil inscritos. Tradicional distribuidora de produtos químicos, a empresa utiliza a plataforma de vídeos desde 2016 para divulgar dicas técnicas e esclarecer dúvidas sobre as aplicações dos mais de mil itens que comercializa em todo o país – por exemplo, resinas, fibras de vidro e borrachas de silicone.

“No início, usávamos o YouTube apenas como um meio para responder às dúvidas que recebíamos dos nossos clientes. Com o passar do tempo, a presença na plataforma foi crescendo e passou a ser vital para a nossa operação de comércio eletrônico”, comenta Rafael Iacovella, gerente de e-commerce da Redelease e um dos apresentadores do canal – no YouTube, ele é conhecido como “Bedu”.

Rafael (ou “Bedu”) apresenta hoje em dia quatro quadros no canal da Redelease: “Redelease responde”, “Será que dá certo?”, “Entrevistas e eventos” e “Produtos e aplicações”. Ele divide o espaço com os youtubers Kaka Craft, que desenvolve conteúdo focado em faça você mesmo (DIY), e Henrique Corbeira, especializado em escultura e modelagem.

A Redelease produz ao menos três vídeos por semana para o seu canal no YouTube. “Até hoje, postamos 266 vídeos, que obtiveram uma média de 30 mil visualizações cada”.

Redecenter

A presença no YouTube colabora não só com a estratégia de vendas online da Redelease – unidade de negócio criada em 2010 por Beto Iacovella, irmão de Rafael e atual diretor de marketing da empresa –, mas também com a popularização da marca por meio do Redecenter, nome das empresas que atuam sob licença da Redelease.

“O modelo de negócio do Redecenter baseia-se na assinatura de contratos de distribuição exclusiva. Ou seja, o proprietário da loja comercializa apenas os produtos que fornecemos. Por outro lado, tem melhores condições para acessar o nosso portfólio e conta com suporte técnico e comercial constante. Com o nosso canal no YouTube, fortalecemos a divulgação de ambas as marcas”, detalha Beto.

 

Sobre a Redelease

Fundada em 1990, a Redelease mantém unidades próprias em Barueri (matriz), São Paulo, Campinas, Sorocaba e São José do Rio Preto, além de seis unidades licenciadas (Redecenter). Seu portfólio é formado por mais de mil itens, entre eles, resinas poliéster e éster-vinílicas (Ashland); fibras de vidro (Owens Corning); adesivos estruturais (LORD), desmoldantes semipermanentes (Redelease-Marbocote e Ycon), resinas fenólicas e peróxidos orgânicos (AkzoNobel) e tintas de alta performance (Lechler). Para mais informações, acesse www.redelease.com.br.

 

Fonte: SLEA Comunicação

Compartilhe

© 2017 ALMACO. Todos os direitos reservados.

Click Me