08 nov 2018

Redelease destaca na Feiplar o início da produção local de desmoldantes semipermanentes

Produtos são fabricados pela FCI, empresa resultante da joint venture com a inglesa Marbocote


Tradicional distribuidora de especialidades químicas, a brasileira Redelease firmou este ano uma joint venture com a inglesa Marbocote, referência global na fabricação de desmoldantes semipermanentes. O negócio deu origem à criação, em Barueri (SP), da Florence Chemical Industry (FCI), empresa que será apresentada formalmente ao mercado durante a Feiplar, principal feira do setor latino-americano de compósitos – de 06 a 08/11, no Expo Center Norte, em São Paulo (SP).

“A FCI nasce com uma capacidade instalada de 2 milhões de litros por ano de desmoldantes semipermanentes, e a estrutura que construímos permite que esse volume seja duplicado rapidamente”, afirma Ana Clara Cordeiro, diretora de vendas da Redelease-Marbocote.

Parte da linha de desmoldantes semipermanentes à base d´água da Marbocote já está sendo produzida pela FCI. “Além do mercado de compósitos, teremos condições de atender os segmentos de borracha, pneumáticos, poliuretano e fricção”, ressalta Ana Clara.

De acordo com Rubens Cruz, sócio-diretor da Redelease, a fabricação local garantirá maior competitividade e rapidez ao negócio de desmoldantes da empresa. “Também teremos o suporte de um laboratório local, o que permitirá o desenvolvimento de produtos sob medida para determinados clientes”, comenta.

Sílicas, adesivos e resinas

 

Em paralelo à divulgação dos desmoldantes semipermanentes, a Redelease mostrará na Feiplar outras especialidades que fornece para os transformadores de compósitos, a exemplo de sílicas pirogênicas da Evonik, adesivos estruturais da LORD e resinas éster-vinílicas da Ashland.

“Distribuímos mais de mil produtos para esse segmento, que é responsável hoje em dia por cerca de 70% do nosso faturamento”, calcula Cruz.

Serviço

Feiplar
Quando: 06-08/11

Onde: Expo Center Norte, São Paulo (SP)

Redelease: estande A15

Sobre a Redelease

Fundada em 1990, a Redelease mantém unidades próprias em Barueri (matriz), São Paulo, Campinas, Sorocaba e São José do Rio Preto, além de seis unidades licenciadas (Redecenter). Seu portfólio é formado por mais de mil itens, entre eles, resinas poliéster e éster-vinílicas (Ashland); fibras de vidro (Owens Corning); adesivos estruturais (LORD), desmoldantes semipermanentes (Redelease-Marbocote e Ycon), resinas fenólicas e peróxidos orgânicos (AkzoNobel) e tintas de alta performance (Lechler). Para mais informações, acesse www.redelease.com.br.

Sobre a Marbocote

Situada na região de Manchester (Reino Unido), a Marbocote fabrica e distribui uma ampla gama de agentes desmoldantes semipermanentes de alta tecnologia. Seus principais consumidores são os segmentos de moldagem de compósitos e borracha. Para mais informações, acesse www.marbocote.co.uk.

 

FONTE: SLEA COMUNICAÇÃO

Compartilhe
08 nov 2018

Empresa paulistana desenvolve primeira mala à prova d´água da América do Sul

Produto da Maligan conta com a qualificação técnica do IPT para atender às exigências do grau de proteção IP67

A paulistana Maligan desenvolveu a primeira mala à prova d´água da América do Sul. Depois de três anos de estudos, a empresa submeteu o modelo à qualificação técnica do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) para atender às exigências do grau de proteção IP67, que atesta se determinado produto é à prova d´água e poeira.

“Apresentamos uma inovação ao mercado brasileiro quando o assunto é transporte hermético dos mais diferentes tipos de itens. Ao mesmo tempo, nos credenciamos para exportar, pois a exigência dessa qualificação é bastante comum em outros países”, afirma Marcelo Sartore, diretor da Maligan.

Ideal para profissionais que atuam em plataformas offshore, militares, mergulhadores, médicos e equipes de TV, entre outros, a mala à prova d´água da Maligan é feita de poliéster reforçado com fibras de vidro, um tipo de plástico especial que combina leveza e resistência.

“A parte interna, de espuma de polietileno cortada a laser, é totalmente customizada de acordo com o design do produto que será transportado. Também é possível gravar o logo do cliente e embutir carrinho e rodas”.

Com garantia de um ano, a Maligan ainda oferece assistência técnica permanente para a mala à prova d´água e, a depender do problema, os reparos não têm custo.

Para mais informações, acesse www.maligan.com.br.

Sobre a Maligan

Fundada em 1978, na cidade de São Paulo (SP), a Maligan é a maior fabricante brasileira de malas e cases especiais. Ao longo desse período, produziu mais de 200 mil malas para o transporte de equipamentos e ferramentas usadas nos setores hospitalar, industrial, comercial e de automação, entre outros. Além de fabricar dezenas de modelos de “prateleira”, a Maligan conta com um departamento dedicado exclusivamente ao desenvolvimento de produtos customizados.

Créditos das fotos

mala_Maligan: Maligan

ensaio_IPT: IPT

Fonte: SLEA COMUNICAÇÃO

 

Compartilhe

© 2017 ALMACO. Todos os direitos reservados.

Click Me